O DIREITO DE MORRER DIGNAMENTE ESCULPIDO NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO E NO DIREITO COMPARADO

Autores

  • Guilherme Eduardo OLIVEIRA Faculdade de Direito de Franca (FDF), Franca/SP
  • Elizabete Cristiane de Oliveira Futami de Novaes Faculdade de Direito de Franca (FDF), Franca/SP

Palavras-chave:

Dignidade, Direito de Morrer, Eutanásia, Suicídio Assistido.

Resumo

Pensar na efemeridade da vida é capaz de aterrorizar até o mais valente dos homens, no entanto, discutir sobre o tema é extremamente importante, tendo em vista que a pessoa que deixa de ter uma vida de fato, com todos os prazeres e desprazeres comuns que advêm de viver, e passa a existir de forma dolorosa e despropositada, não tem que ser mantida viva sem perspectiva de melhora, contra sua vontade ou de seus entes queridos, sendo essencial que se estabeleça diálogo aberto para que possamos quebrar tal tabu religioso e moral

Biografia do Autor

Guilherme Eduardo OLIVEIRA, Faculdade de Direito de Franca (FDF), Franca/SP

Discente da Faculdade de Direito de Franca (FDF), Franca/SP. Bolsista do Programa Interno de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC 2020-2021).

Elizabete Cristiane de Oliveira Futami de Novaes, Faculdade de Direito de Franca (FDF), Franca/SP

Doutoranda em Ciências Jurídicas e Sociais pela UMSA Universidad del Museo Social Argentino, mestre em Direito pela Universidade de Franca e Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Atualmente exerce a função de professora do curso de Direito, ministrando a disciplina Direito Processual Civil; coordenadora do programa de Direitos Humanos e coordenadora do curso de pós-graduação da área de Direito Processual Civil: Atualização e Aplicação, no Centro Universitário do Planalto de Araxá - UNIARAXÁ, professora da disciplina de Direito Processual Civil na Faculdade de Direito de Franca - FDF e advogada militante.

Referências

BÉLGICA. Belgium: Removal of Age Restriction for Euthanasia. Lybary of Congress. Bruxelas. 2014. Disponível em: https://www.loc.gov/item/global-legal-monitor/2014-03-11/belgium-removal-of-age-restriction-for-euthanasia/ . Acesso em: 26 de fevereiro de 2021.

BÉLGICA. Belgium: Report Reveals Euthanasia Commission Authorized Euthanasia of Three Minors in 2016–17. Lybary of Congress. Bruxelas. 2018. Disponível em: https://www.loc.gov/item/global-legal-monitor/2018-10-29/belgium-report-reveals-euthanasia-commission-authorized-euthanasia-of-three-minors-in-2016-17/. Acesso em: 25 de Julho de 2021.

BÉLGICA. The Belgian Act on Euthanasia of May, 28th 2002. Bruxelas. 2002. Disponível em: https://apmonline.org/wp-content/uploads/2019/01/belgium-act-on-euthanasia.pdf. Acesso em: 20 de agosto de 2021

BRASIL. Constituição Federal. Brasília DF, 5 de out 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 09 de Junho de 2020.

BRASIL, Lei 9.434 de 4 de fevereiro de 1997. Diário Oficial da União, Brasília. 1997.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial da União. Brasília-DF . 1988.

BRASIL. Decreto-Lei 2.848, de 07 de dezembro de 1940. Código Penal. Diário Oficial da União, Rio de Janeiro. 1940.

BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 139, n. 8, p. 1-74, 11 jan. 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Dicas de Saúde- Morte encefálica. Brasília- 2008. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/146morte_encefalica.html#:~:text=Morte%20encef%C3%A1lica%20%C3%A9%20a%20defini%C3%A7%C3%A3o,todas%20as%20fun%C3%A7%C3%B5es%20do%20c%C3%A9rebro. Acesso em:25 de outubro de 2020

CANADÁ First Annual Report on Medical Assistance in Dying in Canada, 2019. Governo do Canadá. Ottawa-CA. 2020 Disponível em: https://www.canada.ca/en/health-canada/services/medical-assistance-dying-annual-report-2019.html#a3.1 Acesso em: 03 de julho de 2021.

CANADÁ. BILL C- 14. Ottawa -CA. 2016. Disponível em: https://www.parl.ca/DocumentViewer/en/42-1/bill/C-14/royal-assent. Acesso em 10 de Abril de 2021.

CANADÁ. BILL C- 7. Ottawa -CA. 2021. Disponível em: https://parl.ca/DocumentViewer/en/43-2/bill/C-7/royal-assent. Acesso em 10 de maio de 2021.

CANADÁ. Canada Health Act. Ottawa-CA. 2017 . Disponível emhttps://www.laws-lois.justice.gc.ca/PDF/C-6.pdf Acesso em 05 de Junho de 2021.

CANADÁ. Criminal Code. Ottawa-CA. 1892. Disponível em: https://laws-lois.justice.gc.ca/PDF/2016_3.pdf. Acesso em: 10 de maio de 2021.

CANADÁ. Monitoring System for Medical Assistance in Dying in Canada. Governo do Canadá. Ottawa-CA. 2020 Disponível em: https://www.canada.ca/en/health-canada/services/publications/health-system-services/monitoring-system-medical-assistance-dying.html. Acesso em: 03 de julho de 2021.

COMISSÃO DE REUMATOLOGIA PEDIÁTRICA. Dermatomiosite Juvenil. Sociedade Brasileira de Reumatologia [S.l]. 2011. Disponível em: https://www.reumatologia.org.br/orientacoes-ao-paciente/dermatomiosite-juvenil/. Acesso em 08 de março de 2021.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA— CFM. Resolução n. 1.805/2006. Diário Oficial da União, Seção 1, de 28 de novembro de 2006.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA— CFM. Resolução n. 1.805/2006. Diário Oficial da União, Seção I, pg. 133 de 06 de dezembro de 2007.

DIGNITAS. Dignitas in Public. Dignitas. Berna- Suíça. 2021. Disponível em: http://www.dignitas.ch/index.php?option=com_content&view=article&id=7&Itemid=50&lang=en. Acesso em: 04 de março de 2021.

EXIT. Voraussetzungen einer Freitodbegleitung mit EXIT. [S.l]. 2021. EXIT. Disponível em: https://exit.ch/freitodbegleitung/voraussetzungen-einer-freitodbegleitung/. Acesso em: 18 de agosto de 2021

GOLDIM, José Roberto. Eutanásia – Holanda. [S.l]. 2003. Disponível em: https://www.ufrgs.br/bioetica/eutanhol.htm. Acesso em: 15 de Agosto de Setembro de 2021

GOLDIM, José Roberto. Eutanásia – Uruguay. [S.l]. 1997. Disponível em: https://www.ufrgs.br/bioetica/eutanuru.htm. Acesso em: 10 de maio de 2021

HORTA, Márcio Palis. Eutanásia - Problemas éticos da morte e do morrer. Revista Bioética v.7 n. 1, Brasília- DF, 1999, Disponível em: <http://revistabioetica.cfm.org.br/index.php/revista_bioetica/article/view/290>. Acesso em 26 de outubro de 2020.

NOVA ZELÂNDIA. End of Life Choice Bill. Parlamento da Nova Zelândia. Wellington – NZ. 2020. Disponível em: https://d3n8a8pro7vhmx.cloudfront.net/eolc/pages/37/attachments/original/1444699434/End_of_Life_Choice_Bill_FINAL.pdf?1444699434. Acesso em: 18 de julho de 2021

OREGON. Oregon Death with Dignity Act. 2020 Data Summary. Public Health Division, Center for Health Statistics. Salem. 2021. Disponível em: https://www.oregon.gov/oha/PH/PROVIDERPARTNERRESOURCES/EVALUATIONRESEARCH/DEATHWITHDIGNITYACT/Documents/year23.pdf. Acesso em 05 de fevereiro de 2021

OREGON. THE OREGON DEATH WITH DIGNITY ACT OREGON REVISED STATUTES. Salem. 2021. Disponível em: https://www.oregon.gov/oha/PH/PROVIDERPARTNERRESOURCES/EVALUATIONRESEARCH/DEATHWITHDIGNITYACT/Documents/statute.pdf. Acesso em 04 de maio de 2021.

PAÍSES BAIXOS Wet toetsing levensbeëindiging op verzoek en hulp bij zelfdoding. Amsterdam. 2001

PAÍSES BAIXOS. Wetboek van Strafrecht. Amsterdam. 1881.

SUÍÇA. Code pénal suisse. Berna- Suíça. 1937.

Uruguai. Código Penal N° 9155. Montevidéu. 1933

Downloads

Publicado

2022-07-14

Edição

Seção

Pesquisas Científicas com Fomento Interno