O DIREITO CRIADOR DE INIMIGOS COMO CONSEQUÊNCIA DO COMODISMO JURÍDICO

Gabriel Coimbra ABBOUD, André Luís Jardini BARBOSA

Resumo


O objetivo principal do presente trabalho é demonstrar como, pelo passar dos tempos, a acomodação do meio acadêmico jurídico somado à seletividade da lei em suas vertentes é capaz de trazer malefícios para a toda a sociedade. Os efeitos desta catástrofe vão ser uma ramificação tanto da mercantilização do ensino jurídico, como da desmazela dos juristas perante a ideia de que estamos sob um arcabouço legal justo e, acima disso, pleno.

 

 


Palavras-chave


Sistema punitivo; inimigo; lei; mercantilização do ensino; senso comum.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21207/1983.4225.537

http://www.abecbrasil.org.br

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional.