DUMPING SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE PRECARIZAÇÃO DOS DIREITOS TRABALHISTAS NO BRASIL: NECESSIDADE DE REGULAMENTAÇÃO

Nayara Passos Alves, Iara Marthos Águila

Resumo


O presente artigo aborda o tema do dumping social e sua possibilidade de regulamentação pelos organismos internacionais, tais como Organização Mundial do Comércio (OMC) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Para melhor desenvolvimento do tema o artigo trata da globalização e seus reflexos perante o comércio internacional, com as consequentes mudanças que este fenômeno trouxe no contexto dos países. O dumping é uma prática comercial desleal em que empresas transnacionais exploram a mão-de-obra dos países em desenvolvimento, afetando sobremaneira os direitos trabalhistas. A origem do dumping social e sua dinâmica é alvo de preocupação no cenário mundial, razão pela qual devem ser discutidas propostas de regulamentação do dumping social, resolvendo-se então o impasse através de ideias dos países desenvolvidos e subdesenvolvidos. Além do contexto histórico no qual surgem as referidas propostas, são apresentados e discutidos por meio de técnica de pesquisa bibliográfica os posicionamentos favoráveis e contrários à adoção de referidas medidas, bem como os empecilhos que se apresentam no caminho da resolução deste impasse.

Palavras-chave


Comércio Internacional. Dumping Social. Regulamentação. Precarização de Direitos Trabalhistas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21207/1983.4225.272

http://www.abecbrasil.org.br

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional.