ENEM: O LEVIATÃ DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA?

Marcello Vieira LASNEAUX

Resumo


A instauração de um Estado-avaliador tem se mostrado uma tendência aparentemente sem retorno. Qual o propósito da avaliação de larga escala? O ENEM é uma avaliação de larga escala mas esse é o propósito atual do ENEM? Além disso, o ENEM, vem sendo indicado pela imprensa à população em geral, como referência de qualidade das escolas. A inquietude é: o exame por si só é capaz de avaliar as instituições de ensino? Esses exames foram criados para isso? Esses exames estão vivendo uma espécie de “crise de identidade”, uma crise política-educacional? Precisamos discutir mais amplamente o papel já descaracterizado do ENEM e unir forças para não assistir um retrocesso aos domínios da escuridão que assistimos em outras épocas.

Palavras-chave


avaliação, ENEM, gestão educacional.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 20 dez. 1996. 43p.

BRASIL. Portaria n.438, de 28 de maio de 1998. Institui o Exame Nacional do Ensino Médio. Disponível em: . Acessado em: 21 abr. 2012.

DALBEN, A. Avaliação Institucional na Escola de Educação Básica: uma aproximação orientada pelos princípios da participação, Disponível em: . Acessado em: 01 abr. 2012.

FREITAS, D. A avaliação da educação básica no Brasil, 1. ed. Campinas: Autores Associados, 2007. 224 p.

FREITAS, L. C.; SORDI, M. R. L.; MALAVASI, M. M. S.; FREITAS, H. C. L., Avaliação educacional – caminhando pela contramão. 1. ed. Petrópolis: Ed. Vozes, 2009. 86 p.

GATTI, B. A., Avaliação Educacional no Brasil: pontuando um a história de ações, EccoS Rev. Cient., UNINOVE: São Paulo: (n.1, v. 4): 17 – 41, 2002.

INEP, Relatório pedagógicos. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/enem/relatorios-pedagogicos >. Acessado em: 28 abr. 2012.

MONTEIRO, A.; TAKAHASHI, F.; BEDINELLI, T., Notas das melhores escolas paulistas despenca em exame. Folha de S. Paulo, São Paulo, 31 mar. 2012, Caderno Cotidiano, p.4.

SETUBAL, M. A., Os melhores professores para as piores escolas. Folha de S. Paulo, São Paulo, 26 mar. 2012, Caderno Opinião, p.3.

SOUSA, S. M., Qualidade da educação, gestão democrática e avaliação – Avaliação institucional: autoavaliação e avaliação externa, 2010. Disponível em: http://periodicos.unisantos.br/index.php/pesquiseduca/article/view/20/pdf>. Acessado em: 01 abr. 2012.




DOI: https://doi.org/10.21207/1983.4225.519

http://www.abecbrasil.org.br

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional.